Thadeu Romano
    
 
     Thadeu é um músico inquieto e ávido por novas experiências musicais, é da nova safra de músicos talentosos, que transitam pelas mais diferentes formas de gêneros musicais, abrindo novas possibilidades para a Sanfona e o Bandoneon.
     Seu repertorio de estudo e execução musical é muito vasto e abrange do popular ao erudito como a música latino-americana (em especial destaque ao choro brasileiro e ao Tango), norte-americana, clássicas e os folclores europeus além de composições próprias que o levaram a tocar ao lado de grandes nomes da música.
 

 

Walter Finatto Ansante

 

      Bacharel e Mestre em Música (violino) pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Walter Finatto Ansante iniciou seus estudos de violino aos 8 anos de idade no Conservatório Carlos Gomes onde, por ocasião de sua formatura recebeu a medalha Ordem do Coreto, prêmio este concedido aos alunos de maior destaque. 
      Estudou com os professores: Elisa Fukuda, Cecília Guida, Natan Schwartzman, Frederico Barreto, Moacyr Del Picchia e Maria Vischnia.
Participou de Master Classes sob orientação dos professores: Haldan Martinson (EUA), Eva Szekely (EUA), Natalia Alenitsyna (Rússia), e Yang Liu (China).
      Participou de festivais de música em Tatuí, Londrina e Campinas (Unicamp) e de vários concursos de música dentre os quais se destaca o prêmio de 2º lugar no Concurso Paulo Bosísio em Juiz de Fora em 2001.
      Foi 1º violino do Quarteto de São José dos Campos e Spalla da Orquestra Sinfônica de São José dos Campos.
      Como solista apresentou-se à frente das seguintes orquestras: Sinfônica de Campinas, Sinfônica de São José dos Campos, Sinfônica de Americana, Sinfônica de Bragança Paulista, Orquestra de Câmara de Campinas, Filarmônica de Campinas e Orquestra de Câmera da Metrocamp.
      Atuou como Spalla ou Solista junto aos Maestros: Karl Martin, Aylton Escobar, José Maria Florêncio, Roberto Tibiriçá, Ligia Amadio, Cláudio Cruz, Alessandro Sangiorgi entre outros.
      Também atuou como Spalla convidado da Orquestra Sinfônica de Santo André, Orquestra de Câmara Paulista e Orquestra Sinfônica da Unicamp.
      Na Orquestra Sinfônica de Campinas ocupa a posição de Solista I e desde 2006 tem atuado como Spalla.
      Em 2009, participou de um curso de aperfeiçoamento na Eslovênia, na classe do professor Roman Simovic (Rússia).

      Na área de música de câmara fundou e atua com dois grupos: Quinteto de Cordas de Campinas e Tangata, tendo esse último estreiado em 2009. 

  
 
Daniel Grajew
 
 
     Com um talento expressivo tanto para a música popular quanto erudita, o pianista Daniel Grajew nasceu na cidade de São Paulo.
     Formado em piano pela USP, dedica-se tanto à acuidade e refinamento da música erudita, como à leveza e espontaneidade da música popular, incluindo o jazz, blues, tango, ritmos latinos e a música brasileira.
     Aos 32 anos, já dividiu projetos, apresentações e gravações com artistas de diversas áreas como Edwin Pitre, J.J. Jackson, Carlos Malta, Misty, Anna Gelinskas, Orquestra de Camara da USP, entre outros.

 

 

Cláudio Torezan

 

     Cláudio Torezan nasceu em Valparaiso em 1970. Estudou violão com Zé Renato Gimenes, contrabaixo com Sergio de Oliveira no Conservatório de Tatuí e aperfeiçoou-se em contrabaixo na Universidade de Artes de Berlim sob orientação de Rainer Zepperitz.

     Foi monitor da Orquestra Experimental de Repertório e contrabaixista da Sinfônica de Santo André, da Orquestra Jovem Mundial (Jeunesses Musicales World Orchestra), da Orquestra Jovem Alemã (Junge Deutsche Philharmonie), da Osusp e da Banda Sinfonica do Estado de São Paulo, além de professor do Conservatório de Tatuí.

     Desde 1998, integra a Osesp. Desenvolve atividade pedagógica na Escola de Música do Estado de São Paulo.